Juara (MT), 19 de outubro de 2018 - 02:51

? ºC Juara - MT

Policia

13/10/2018 05:49 Cenario MT

Força Nacional chega a base da Funai atacada por grupo em Mato Grosso

Homens da Força Nacional chegaram a base de proteção a indígenas isolados da Fundação Nacional do Índio (Funai), localizada em Colniza (1.065 quilômetros de Cuiabá) para fazer a segurança do local, que sofreu um ataque na noite da última quarta-feira (10). Na ocasião, um indígena morreu e outro ficou ferido com dois disparos.

Um policial militar, que preferiu não se identificar, contou que a Polícia Federal esteve na cidade, fez a perícia do local e já liberou o corpo da pessoa morta no confronto, que seria um indígena.

Homens da Força Nacional também chegaram ao local para fazer a segurança. No momento, a região está tranquila e não há indícios de novos confrontos. O índio atingido, que foi encaminhado para o Hospital de Juína, foi atingido com dois tiros no abdômen. O quadro de saúde dele seria estável.

O Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF/MT), por meio de sua unidade em Juína, informou que instaurou um procedimento investigatório criminal para apurar o conflito entre um grupo de índios e madeireiros que atacaram a base de proteção a indígenas isolados da Fundação Nacional do Índio (Funai).

De acordo com as informações que chegaram até o MPF/MT, um grupo de homens, entre eles indígenas e madeireiros teriam ido até a base da Funai de proteção aos índios isolados da terra indígena Kawahiva do Rio Pardo. Em seguida, teria ocorrido um tiroteio, resultando na morte de uma pessoa.

Região complicada

A chacina na Gleba Taquaraçu aconteceu em 2017, no município de Colniza. Ao todo, foram confirmadas nove mortes, sendo três pessoas de Rondônia e três do distrito de Guariba.

As vítimas foram identificadas por equipe da Politec, são elas: Izaul Brito dos Santos, de 50 anos, Ezequias Santos de Oliveira, 26 anos, Samuel Antônio da Cunha, 23 anos, Francisco Chaves da Silva, 56 anos, Aldo Aparecido Carlini, de 50 anos, Edson Alves Antunes, 32 anos, Valmir Rangeu do Nascimento, 55 anos e Sebastião Ferreira de Souza, 57 anos, que era pastor da Assembleia de Deus.

No fim do ano passado, o prefeito de Colniza, Vando Colnizatur (PSB), foi executado dentro do próprio carro, na cidade. O homicídio aconteceu na região central da cidade, à luz do dia. Os criminosos se aproximaram em um carro ainda não identificado, fizeram uma série de disparos e conseguiram fugir.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo