Juara (MT), 23 de outubro de 2019 - 09:57

? ºC Juara - MT

Mundo

27/09/2019 06:42 Agencia Brasil

Ministros dos Negócios do Brics defendem mundo de paz e estabilidade

Após sua reunião anual à margem da 74ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), em Nova York, os ministros dos Negócios Estrangeiros e das Relações Exteriores do Brics (Brasil, China, África do Sul, Rússia e Índia) reafirmaram hoje (26) seu compromisso com um mundo de paz e estabilidade.

“Enfatizaram o papel central das Nações Unidas e seu compromisso de sustentar os propósitos e princípios consagrados na Carta da ONU, de respeitar o direito internacional e de promover o desenvolvimento sustentável, a democracia, os direitos humanos e o Estado de Direito”, diz o comunicado conjunto.

Os chanceleres destacaram o enfoque especial dado este ano na Assembleia Geral das Nações Unidas ao tema do desenvolvimento sustentável. “Os ministros reafirmaram seu compromisso com a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e pediram esforços redobrados para sua implementação tempestiva”, afirma a nota.

Na segunda-feira (23), o secretário-geral da ONU, António Guterres, abriu o Encontro de Cúpula sobre Ação Climática, em Nova York, destacando que o “tempo está a acabar, mas ainda não é tarde demais” para promover mudanças que levem à sustentabilidade. O encontro reuniu mais de 80 líderes internacionais de governos, setor privado e da sociedade civil. Para Guterres, não há mais tempo para conversas, mas sim para ação.

Segundo o Itamaraty, os ministros também enfatizaram a necessidade de uma ação internacional mais efetiva sobre mudança do clima. “Reafirmaram o compromisso dos países do Brics com a plena implementação do Acordo de Paris, adotado sob os princípios da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, incluindo os princípios de responsabilidades comuns porém diferenciadas e respectivas capacidades, à luz de diferentes circunstâncias nacionais”.

Ainda conforme a nota, os chanceleres instaram os países desenvolvidos a apoiar os países em desenvolvimento, “inclusive honrando seus compromissos financeiros e a transferência de tecnologia, que são os fatores mais críticos para possibilitar a ação contra a mudança do clima”.

Segurança internacional

Os chanceleres manifestaram preocupação com os contínuos conflitos em várias regiões do mundo, que comprometem a segurança e a estabilidade internacionais e reafirmaram seu compromisso com soluções pacíficas por meios políticos e pelo engajamento diplomático.

“Os ministros reiteraram sua forte condenação ao terrorismo em todas as suas formas e manifestações em qualquer momento, em qualquer lugar e por quem quer que o tenha cometido”, diz a nota. “Conclamaram esforços conjuntos para combater o terrorismo de acordo com o direito internacional e sob os auspícios da ONU e enfatizaram a esse respeito a necessidade da pronta adoção de uma Convenção Abrangente sobre Terrorismo Internacional”.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo