Juara (MT), 22 de setembro de 2019 - 08:32

? ºC Juara - MT

Estaduais

07/09/2019 05:51 midia news

Mato Grosso assina contrato para quitar dívida com banco norte-americano

O governador Mauro Mendes (DEM) assinou, na manhã desta sexta-feira (06), o contrato com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird) que prevê um empréstimo de US$ 250 milhões para o Estado.

Os valores serão utilizados para pagar uma dívida de mesmo valor com o Bank of America – adquirida ainda no Governo Silval Barbosa.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais, Mendes disse que o contrato somente foi possível ser assinado após o Estado “fazer o dever de casa”.

De acordo com ele, a transação ficou paralisada por quase três anos porque a gestão passada não conseguiu implementar as exigências do banco.

“Esse projeto começou lá em 2017, está completando 3 anos. Mas, infelizmente, o Estado não conseguiu fazer a sua lição de casa. Por isso, durante dois anos, ficou parado, porque o Estado não conseguiu cumprir as condições necessárias para que o Banco Mundial pudesse apoiar”, disse.

“Graças a Deus, à Assembleia Legislativa, em janeiro aprovamos leis importantes, medidas importantes para que o banco pudesse nos apoiar. O banco manda a gente fazer a nossa parte, porque só vai emprestar dinheiro se acreditar ou ver medidas concretas para recuperação fiscal. Fizemos isso, conseguimos avançar. Tivemos muitos obstáculos no meio do caminho, mas graças à competência da equipe, conseguimos”, acrescentou.

Com o empréstimo, Mato Grosso deixa de pagar duas parcelas anuais de R$ 150 milhões. O contrato terá carência maior, de 20 anos, e parcelas mensais de US$ 1,4 milhão (R$ 5,6 milhões). 

Com a mudança, o Estado deixa de desembolsar mais de R$ 100 milhões em 2019 e pouco mais de R$ 750 milhões até 2022.

“Deixaremos de pagar em quatro anos uma dívida. Vamos alongar e pagar em suaves prestações ao longo de 20 anos. Isso vai ajudar na recuperação do caixa do Estado e com isso queremos melhorar a qualidade de prestação de serviços ao cidadão”, afirmou.

“Este foi um passo importante na recuperação de Mato Grosso, que se Deus quiser vai acontecer mais rápido do que muita gente imagina”, disse.

A presidente do Banco Mundial, Paloma Anos Casero, disse que o principal fator para que a instituição financeira aceitasse a transação foi o compromisso do governador em fazer reformas estruturantes para recuperação fiscal de Mato Grosso.

“Para o Banco Mundial, é muito importante ter esse compromisso com performances estruturantes que marquem a pauta de compromisso com a reforma fiscal, como apoio para sustentabilidade da dívida pública e também com medidas estruturantes em setores no caso do meio ambiente”, afirmou.

Veja os vídeos:


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo