Juara (MT), 19 de outubro de 2018 - 02:52

? ºC Juara - MT

Juara

18/09/2018 11:06 Rádio Tucunaré/Acesse Notícias

Acusado de atropelar e matar idosa em Juara responde a outros processos crimes

A reportagem da Radio Tucunaré e o site Acesse Notícias entrou em contato com Cleiton Pereira Farias, 28 anos suspeito de ter atropelado e matado a idosa Ana Rosa Teixeira, de 69 anos, no dia 13 de setembro por volta das 19h00min no bairro Jardim América para dar a sua versão do fato ocorrido, porém Cleiton se negou dar entrevista.

O acusado ficou muito irritado e proferiu ofensas a reportagem, com ameaças, devido à publicação da matéria, onde o filho da vítima e advogado Nilton José Ferreira deu sua versão, pois segundo Cleiton, não seria um reeducando, conforme as declarações do advogado. 

Os repórteres insistiram para que Cleiton expusesse sua versão do acidente com total liberdade de expressão, mas ele se recusou, ficou alterado e disse que faria um boletim de ocorrência para processar a emissora e que “poderia até arrancar algum dinheiro através do processo contra a rádio”. 

Apesar da reação agressiva, a emissora continua a disposição, caso Cleiton decida se manifestar sobre o caso e narrar a sua versão para o acidente, que culminou na morte da idosa. 

Enquanto os repórteres ofereciam a oportunidade de Cleiton expor sua versão, o mesmo acabou confessando, na presença de um investigador, que não é habilitado e que o veiculo gol, placa CKA 1372 usado por ele no dia do atropelamento, está com a documentação atrasada ha cerca de três anos, mas não iria gravar entrevista. 

Com a negativa, a reportagem constatou, através de consulta no site do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, que existem processos de acesso público, onde constam três processos em desfavor de Cleiton, onde aparece como réu, sendo um com condenação proferida. 

Veja os processos que consta no fórum da comarca de Juara: 

Numeração Única: 4849-51.2018.811.0018    Código: 114381     Processo Nº: 0 / 2018

Numeração Única: 1565-35.2018.811.0018    Código: 106830     Processo Nº: 0 / 2018

Numeração Única: 3424-91.2015.811.0018  Código: 74453         Processo Nº: 0 / 2015

 Neste último processo, o autor é o Ministério Publico do Estado de Rondônia, mas, a audiência de julgamento foi realizada em Juara.

 Em 2018  foi condenado e fez transação penal e portanto, não pode se ausentar da comarca sem comunicar o juízo.

 Leia determinações judiciais que o reeducando deve cumprir, conforme registro do site do TJ-MT:

 “14/05/2018

Audiência Realizada

ESTADO DE MATO GROSSO

PODER JUDICIÁRIO

COMARCA DE JUARA - MT

JUÍZO DA TERCEIRA VARA

TERMO DE AUDIÊNCIA DE ADMONITÓRIA

Número do Processo: 3424-91.2015.811.0018 – Cód. 74453

Espécie: Execução da Pena->Execução Criminal->PROCESSO CRIMINAL

Parte Autora: Ministério Público do Est. Rondônia-RO

Parte Ré: Cleiton Pereira Farias

Data e horário: segunda-feira, 14 de maio de 2018, 13:30 horas.

PRESENTES

Juiz de Direito: Dr. Pedro Flory Diniz Nogueira

Promotor de Justiça: Roberta Cheregatti Sanches

Réu: Cleiton Pereira Farias

Defensor Público: Paulo Isidoro Gonçalves

OCORRÊNCIAS

 Declarada aberta e audiência e feito o pregão, verificou-se a presença das partes supramencionadas. O recuperando Cleiton Pereira Farias foi condenado as penas de 8 (oito) meses e 5 (cinco) dias de detenção pelo delito de desacato e 1 (um) ano de reclusão pelo crime de furto. As penas privativas de liberdade impostas foram substituídas por duas restritivas de direitos, consistentes em prestação de serviços à comunidade.

DELIBERAÇÕES

Declarada aberta a audiência e feito o pregão verificou-se a presença das partes supramencionadas. Assim sendo, pelo MM. Juiz, foi enfatizado que o recuperando deverá dar cumprimento a sua pena, mediante as condições impostas, conforme se segue:

  1. a) Prestação de serviços à comunidade no ramo da jardinagem em favor na Prefeitura Municipal de Juara, com carga horária de 610 (seiscentos e dez) horas, devendo o recuperando cumprir 10 (dez) horas semanais, até o término de sua pena,
  2. b) Comparecimento MENSAL em Juízo;
  3. c) Não se ausentar da Comarca por mais de 30 (trinta) dias sem autorização do Juízo;
  4. d) Não cometer crimes.

O reeducando ficou ciente das condições que deverá cumprir no regime aberto e declarou que se compromete em fazê-las rigorosamente, inclusive sendo-lhe entregue uma via deste termo. Deverá o recuperando comparecer à Prefeitura Municipal, no prazo máximo de 10 (dez) dias. Na hipótese de não comparecimento, poderá a pena restritiva de direito ser convertida em privativa de liberdade.”

 Os demais processos foram oferecidos denúncia pelo Ministério Pública e aceitas pelo juízo da comarca de Juara e estão tramitando e com audiências marcadas.

 O caso segue em investigação pela Policia Civil de Juara e o acusado Cleiton, até o fechamento dessa matéria, é considerado apenas um suspeito.

 

 

 

 

 


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo