Juara (MT), 24 de outubro de 2018 - 00:31

? ºC Juara - MT

Juara

16/05/2018 09:39 Acesse Notícias/Rádio Tucunaré

Polícia Civil prende suspeito de cometer incêndio criminoso no “Bar das Coleguinhas” em Juara

A polícia judiciária civil identificou e prendeu o acusado de atear fogo em um estabelecimento comercial conhecido como “Bar das Coleguinhas”, localizado numa região de chácaras do município. O atendado aconteceu na madrugada de segunda-feira, 14, quando duas mulheres ficaram gravemente feridas com as queimaduras pelo corpo.

Elas foram ouvidas pelos investigadores da polícia civil no Hospital Municipal de Juara e após algumas investigações, um suspeito foi localizado que ao ser interrogado confessou a autoria delitiva e indicou aos policiais o local onde ele havia jogado o galão que tinha utilizado para transportar o combustível, que foi localizado bem próximo do fato onde ainda foi encontrada a tampa que serviu perfeitamente no galão.

Segundo o acusado, que não teve seu nome revelado, ele teria chegado na garupa de uma motocicleta e por assim ser, a gerente teria dado pouca atenção a ele, enquanto que ela era mais prestativa à outros clientes que lá haviam chegado conduzindo veículos automotores mais valiosos que a motocicleta. Essa foi a versão apresentada pelo suspeito.

“Esses indicativos materiais fizeram com que nós trouxéssemos esse indivíduo até a delegacia de polícia e em interrogatório formal, nós o ouvimos contar que ele era um frequentador assíduo do local e que na noite anterior do acontecimento do ilícito, ele teria estado naquele bar, consumido bebidas alcoólicas na companhia de um terceiro e que teria se sentido maltratado pela gerente”.

O indivíduo teve o pedido de prisão preventiva decretada pela polícia judiciária civil que foi deferido pelo juiz da terceira vara criminal, Dr. Pedro Flory Diniz Nogueira. Com relação ao envolvimento de um comparsa, a polícia civil está investigando o envolvimento deste que se a participação for confirmada, esteve deve ser conduzido à delegacia de polícia para que responda ao interrogatório que deverá ser submetido.

O suposto homicídio é interpretado pelos investigadores por motivo fútil, com meio insidioso e cruel, por ter sido utilizado o fogo. “O crime é bastante horrendo, uma vez que praticado com a utilização de fogo. Nós entendemos que quem derrama combustível líquido altamente inflamável ao redor de uma casa de madeira sabendo que as 02:00h da manhã existem pessoas dormindo nela, assumi o risco de querer matar essas pessoas e por assim ser, nós instauramos o inquérito policial para apurar o crime de homicídio qualificado tentado, praticado com o uso do fogo”.

Referente a informações que alegam que no local além de haver a comercialização de bebida alcoólica, existe a promoção de prática de sexo, o delgado Carlos Henrique pontua que é preciso individualizar os fatos. “O fato que aconteceu foi um ilícito praticado, no nosso entender, contra a vida de pessoas livres que se encontravam dormindo em uma casa de madeira. É esse fato que a polícia está apurando nesta investigação, uma prática de homicídio que aconteceu contra cinco mulheres que se encontravam dormindo em uma casa de madeira”, disse.

Quanto a outros ilícitos que forem ventilados no curso desta investigação, ou se os policiais tomarem conhecimento por qualquer outro meio de irregularidades que lá estejam ou tenham sido praticados, outro inquérito policial será instaurado para apuração. “Em direito penal, não há compensação de culpas. Cada um responde pelo ato que praticou na medida de sua culpabilidade. Então esse rapaz que se encontra capturado nesse momento, responderá, como dito, pelo crime de homicídio tentado. Recapitulando, se houve a indicação de outro ilícito, a polícia novamente entrará em cena para apurar esse outro fato”, concluiu o delegado.  

Leia também: Duas mulheres ficam feridas em incêndio criminoso no “Bar das Coleguinhas” em Juara.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo