Juara (MT), 19 de outubro de 2019 - 03:47

? ºC Juara - MT

Café com o produtor

15/07/2015 00:00

Café Com o Produtor: Pronaf deixa de gerar mais de 20 milhões de reais em Juara

O programa “Café Com o Produtor” de domingo, 12 de julho, teve a participação da presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Juara, Maria Aparecida Teles de Brito. Na entrevista com Jones Piloceli, foi abordado assuntos relacionados ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) e o acordo coletivo de trabalho entre empregadores e empregados rurais.

De acordo com a presidente, nos assentamentos correspondes a Juara, têm em torno de 500 famílias que poderiam estar aptas para a linha de financiamento, mas nem todos estão devidamente documentados. Caso estivessem aptos e pleiteassem o financiamento, em torno de 10 milhões de reais seriam liberados para fortalecimento da economia no município. Neste ano, apenas 28 produtores solicitaram o pedido.

A documentação é encaminhada ao Incra pelo projetista que elabora o projeto. Em seguida é liberada a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e o Cadastro Ambiental Rural (CAR), documentação exigida pelo banco do Brasil para que seja liberada os recursos.

Ao se referir sobre a documentação do Banco da Terra, a presidente do sindicato, nos disse que a individualização da dívida na Associação Matrinchã II está sendo concretizada, restando apenas a liberação do cartório ou o (INTERMAT) para estar averbando o GEO.

No Banco da Terra, onde os financiamentos são no coletivo, todos os produtores devem estar com a documentação regular, caso contrário prejudicará as demais famílias. Nas outras associações, os produtores foram individualizados, onde um não atrapalha o outro, referindo-se ao Pronaf.

São José do Escondido, há em torno de 50 inscritos no CAR. Esta é a localidade com mais dificuldade, precisando de uma escola com mais qualidade, falta estradas, atenção à saúde, entre outras melhorias. Nesse assentamento, um dos fatores que impedia a regularização era as certidões que as famílias não tinham, sendo adquirida recentemente.

Além do Pronaf, foi destacado no “Café Com o Produtor” sobre o acordo coletivo de trabalho entre empregadores e empregados rurais. O objetivo é visitar as propriedades, com fins de constatar se os trabalhadores estão em condições de trabalho.

Maria Aparecida, falou que, caso haja interesse das partes, o Sindicato se coloca à disposição para auxiliá-los e, fazer a intermediação para que tenham melhores informações, como reajuste, piso salarial, entre outros benefícios.

No estado, têm várias fazendas que são exemplos. Elas estão adequadas em todas as questões trabalhistas, inclusive, dando alguns benefícios aos trabalhadores.


Banner hospital quadrado

Acesse Notícias

Em tempo record o site mais visitado do Vale do Arinos

Copyright 2016 - Todos os direitos reservados.

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo